A versatilidade da Lavanda

Atualizado: Abr 10



A palavra lavanda deriva do latim lavare - lavar - uma vez que era uma das plantas favoritas e mais usada nos balneários romanos. É um dos óleos essenciais mais utilizados em todo o mundo devido à sua versatilidade (e também por mim, se há óleo que nunca falta lá em casa é o de lavanda!).


O seu agradável aroma, fez com que fosse usado desde cedo como água de colónia, mas também para perfumar e evitar as traças, da roupa guardada nas gavetas.


O potencial do óleo essencial de lavanda para combater infecções da pele e fungos é imenso (ainda que para este efeito o Tea Tree ou Melaleuca seja mais conhecido e utilizado). Cientistas da Universidade de Coimbra (estudo liderado pela Professora Lígia Salgueiro e pela Professora Eugénia Pinto), descobriram que o óleo essencial de Lavanda é letal para as estirpes de fungos patogénicas da pele conhecidas como dermatófitos, bem como diversas espécies de Candida. Um estudo publicado no “Journal of Medical Microbiology” refere que o óleo essencial de Lavanda danifica as paredes celulares dos fungos, eliminando-os.


Lavandula angustifolia


planeta correspondente: mercúrio

extração: flores

componente de destaque: linalol


Indicações:


- eficaz contra ansiedade, agitação, insónia e depressão (1).

- dores de cabeça (efeito antiespasmódico forte e analgésico).

- muito indicado para a pele (dermatites, alergias, queimadura, cortes, ptiríase versicolor e picadas de insectos).

- efeito anti-séptico, anti-inflamatório e bactericida (excelente para desinfectar feridas, sendo um regenerador das células da pele).

- aumenta a produção de glóbulos brancos.

- contraturas musculares.

- útil para crianças, no caso de irritabilidade, excitação nervosa e cólicas.

- pode ser utilizado durante o parto, ajuda a que este seja mais rápido, mas sem aumentar as contrações uterinas (compressa de água fresca e OE de Lavanda aplicada na testa ou massajar a zona lombar com um óleo vegetal e uma diluição de O.E. de Lavanda a 1%)


Caso queira saber mais sobre óleos essenciais leia este artigo onde explico detalhadamente todas as questões relacionadas com este tema.



(1)“Recentemente, foi demonstrada a atividade sedativa e relaxante da Lavanda quando utilizada por via da inalação, o que indica que inclusivamente pequenas doses têm uma influência notável sobre a atividade cerebral. Atuando sobre o sistema nervoso, normaliza tanto a depressão como a sobreexcitação, eliminando ainda a sensação de cansaço”. (in Vademecum Forza Vitale)

Subscreva a newsletter e receba gratuitamente o meu eBook:         "Dicas de uma naturopata para uma vida saudável e feliz"

MARCAÇÕES

 919 057 881     

       

 mariajoao@espacovida.net

CONSULTAS ON- LINE   

       

CONSULTAS PRESENCIAIS

Espaço Terapêutico Conchas (LISBOA)

  • Instagram
  • Preto Ícone LinkedIn
  • Pinterest
© Naturopatia by Maria 2020