BLOG

Quem mantra, seus males espanta.



man·tra

(sânscrito mantra, pensamento)

1. [Filosofia, Religião] No hinduísmo e no budismo, fórmula (palavra ou expressão) que se pronuncia repetidamente e que visa alcançar um estado de relaxamento, contemplação e meditação.

2. [Figurado] Palavra ou expressão que se repete muitas vezes.


Os mantras, são os sons sagrados que têm origem nos Vedas, as escrituras sagradas do hinduísmo. São frases em sânscrito que são cantadas ou entoadas repetidamente, e que possuem um significado e o objetivo de levar o praticante a um determinado estado mental, que pode ser de calma, alegria, cura, paz, purificação etc., através da vibração sonora.

Os mantras podem ser cantados, entoados ou apenas mentalizados.

Seguindo a tradição, o mantra deve ser repetido 108 vezes (o 108 é considerado um número divino na Índia).

O mantra pode ser uma única palavra (por exemplo: OM), uma pequena frase (Om Namah Shivaya, por exemplo) ou ter vários versos (como o Gayatri Mantra).


Os mantras afetam não apenas nosso corpo físico, mas também os nosso corpo subtil - as nossas emoções, a mente e a alma.

Existem milhares de invocações e mantras de várias culturas e religiões ao redor do mundo. Desde os Vedas, existem tradições cantadas em todos os continentes em diferentes cronologias de tempo.

Os mantras mais antigos são os mais poderosos, porque um mantra que foi repetido desde a época dos Vedas tem mais poder do que um mantra usado há 1000 ou 2000 anos. Um mantra de 4000 anos se repetiu por mais tempo, por mais pessoas, gerou mais poder vibracional sobre situações, coisas e pessoas. Em alguns, observa-se uma semelhança de ritmo e entonação que nos faz pensar em uma origem comum, e portanto, em longos ciclos de uso que lhe conferem o poder de repetição imemorial, embora o valor mais profundo de um mantra tenha a ver com o que investimos nele, ou seja, fé e sentimento ao praticá-lo.

O japamala, é um cordão com 108 contas usado para a prática dos mantras. É uma boa ajuda na contagem das repetições e para além disso, o toque das contas ativa o sentido do tato, o que resulta no estado de maior presença durante a prática.




Conheci os mantras e o seus poderes há muitos anos atrás, mas foi recentemente que comecei a cantar diariamente o mantra “Om Namo Narayanaya".

Este mantra quebra as limitações da mente e faz fluir a energia do Amor e da Compaixão, fomentando a alegria e a calma. Os efeitos são sempre maravilhosos, mas sobretudo mais notórios quando me sinto triste ou nervosa. Após 5 minutos de entoação, fico SEMPRE mais calma e sinto claramente o chakra cardíaco aberto, com a energia a fluir livremente. É uma sensação fantástica. Se quiserem ver o vídeo que coloquei no Instagram, deixo-vos aqui.

Ah, e não precisas de saber cantar para mantrar, entoa o mantra à tua maneira, ao teu ritmo, o teu coração tem uma voz única e própria, não imites ninguém, deixa que o ter Ser se expresse como deseja. Deixo-te aqui alguns mantras como exemplo. Procura no YouTube, há muitos vídeos de mantras, assim podes ter uma ideia como se pronunciam as palavras. Depois à medida que vais ganhando prática, sente o mantra e entoa com a melodia que quiseres, pode ser inventada, procura o som que mais te faz sentido e deixa-te levar.


> Om Namah Shivaya – “Eu inclino-me perante o meu divino Ser interior”


> Om Tare Tuttare Ture Soha - Mantra de Tara - Tara é a energia feminina iluminada, representa a compaixão, a sabedoria ativa, ágil e prática. Tara é a grande salvadora.

> Om Mani Padme Hum – “Da lama nasce a flor de lótus”

É o mantra de Avalokitesvara, personificação da compaixão universal. Ajuda a eliminar o sofrimento e permite alcançar a paz de espírito.

> Om Namo Narayanaya – “Prosterno-me e entrego-me a Narayanaya” (Narayanaya é um dos nomes de Deus)


> Om Gam Ganapataye Namaha – “Saudações àquele que remove obstáculos” (Ganesha é o Deus hindu removedor de obstáculos)


> So Ham – “Eu sou”


> O Gayatri Mantra é uma invocação à energia do sol, tudo o que vive na terra depende do sol. É uma invocação direta da vitalidade da luz do sol, da energia do sol. O que faz é afastar a escuridão, desenvolve o intelecto e a sabedoria.


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo